Argumentando a favor da ressurreição de Jesus

  • 13/04/2021
  • 0 Comentário(s)

Argumentando a favor da ressurreição de Jesus

“Porque tu não me abandonarás no sepulcro, nem permitirás que o teu santo sofra decomposição.” (Salmos 16.10)


O Novo Testamento menciona uma série de argumentos que indicam que a ressurreição de Jesus dentre os mortos realmente aconteceu:

a) O túmulo vazio: que o túmulo estava vazio era claramente comprovável. O corpo de Jesus não foi mais encontrado. Caso contrário, com certeza ele seria apresentado pelas autoridades para contestar o anúncio da ressurreição feito pelos discípulos. A ressurreição, em si, mesmo assim ainda não estaria comprovada.

b) As aparições do Jesus ressurreto e suas revelações com palavras e realizações de sinais são confirmadas concretamente em várias passagens do Novo Testamento. Paulo menciona mais de 500 testemunhas oculares, parte das quais poderia até ser consultada a respeito (1Coríntios 15.1-8). Isso foi e é uma enorme base de confiança.

c) A transformação dos discípulos após a morte de Jesus somente é explicável como resultado de uma experiência avassaladora. Um grupo de desesperados tornou-se um grupo de corajosos e animados proclamadores. Eles não temiam fome, nem perseguição, nem prisões, nem morte para testemunhar o que haviam vivenciado. Esse acontecimento, de acordo com sua unânime confissão, é a ressurreição de Jesus Cristo.

d) Além disso, há ainda uma série de profecias do Antigo Testamento que se cumpriram com a ressurreição de Jesus Cristo mencionada acima. Algumas dessas passagens são, por exemplo: todo o salmo 22 (a oração de Jesus na cruz), mas principalmente o verso 21: “Salva-me da boca dos leões... E tu me respondeste”. E Isaías 53, principalmente os versos 10-11: “... embora o Senhor tenha feito da vida dele uma oferta pela culpa, ele verá sua prole e prolongará seus dias, e a vontade do Senhor prosperará em sua mão. Depois do sofrimento de sua alma, ele verá a luz e ficará satisfeito; pelo seu conhecimento meu servo justo justificará a muitos e levará a iniquidade deles”.

Jesus vive! Aleluia! Sua palavra se cumpriu.
Jesus vive! Aleluia! Derrotado foi da morte o horror.
Jesus vive! Aleluia! Vejam o túmulo vazio!
Quem duvidava reconhece: Jesus, meu Deus e meu Senhor.
Ninguém compreendeu do Senhor a palavra:
“Vou sofrer, morrer e depois ressuscitar.”
Ao chegar então o dia em que tudo desmoronava
Ninguém mais se dispôs ao lado dele ficar.
Muitos rodeavam a cruz; longe, porém da culpa,
Ao morrer o Inocente para os pecadores salvar,
Toda esperança se foi. Morta estava a paciência,
Mas no terceiro dia a alegria pôde voltar.
Junto ao sepulcro, na praia, no caminho e na casa
O Senhor aos discípulos apareceu. Todo o luto passou.
Sim, o Príncipe da Vida está vivo! Proclamem com alegria!
Saibam que já hoje a vida eterna começou!

Lothar Gassmann

#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes